Fotógrafo nigeriano quer mostrar a beleza da pele negra

Não deixar o estereótipo moldá-lo, não ser simplesmente mais um indivíduo definido por fatores raciais. Inflado por uma espécie de agonia, o fotógrafo nigeriano Ima Mfon ataca a forma genérica de rotular o ‘negro’.

Com esse enfoque em mente, ele desenvolveu a sua tese de mestrado na New York’s School of Visual Arts chamada de Nigerian Identity. “Eu me vejo como mais do que somente um negro. Contudo, não é assim que normalmente sou percebido na América. Independente da minha herança singular, sou reduzido a ser apenas negro. A homogeneização dos tons de pele no meu projeto é meu comentário sobre a tendência de reduzir as pessoas à apenas uma cor.”, descreve Mfon.

Nas fotografias, ele utiliza o tradicional fundo branco para eliminar qualquer contexto que saia do campo das personagens. O foco, com isso, fica nos indivíduos fotografados e na beleza da pele negra.

Ele usou as redes sociais para encontrar seus alvos – no caso, nigerianos em Nova Iorque – e teve uma vasta resposta. Confira o resultado desse projeto em busca de respeito e honradez da cultura e identidade de um povo.

Ima-Mfon_08 Ima-Mfon_07 Ima-Mfon_06 Ima-Mfon_05 Ima-Mfon_04 Ima-Mfon_03 Ima-Mfon_02 Ima-Mfon_01

Via

More from Fernando Almeida

Um projeto dedicado à arquitetura vernacular africana

Caso você se interesse por arquitetura e seja fascinado pela África, vai gostar...
Read More